Britney não consegue ficar sem mostrar os peitos

Britney anda com muitos problemas, o último é que ela não consegue sair na rua sem que seus peitos acabem ficando de fora. O “The Sun” traz em seu site (www.thesun.co.uk) fotos do último e de outros episódios de “topless involuntário”.
A Britney precisa mudar o lugar aonde compra suas roupas. Mesmo com peitos bonitos é no limite do vulgar uma mulher ficar se exibindo. Um pouquinho de recato não ia fazer mal para a moça.

Escreveu o nome errado o pau comeu

Terça feira (19) foi um dia negro para Pedro Frazão, candidato do programa “Aprendiz 4″, eliminado por ter escrito o nome do chefe Roberto “Justos” ao invés de Justus. Se deu mal o rapaz. Mas também é muito sem noção alguém escrever o nome do chefe errado. Ainda mais Justus, se fosse Kandinsky ou Gorbachev…mas Justus. Seja como for o que Frazão provavelmente não sabia é que não existe nada mais indelicado do que escrever errado o nome de qualquer pessoa.
Parece que essa não foi a única causa da dispensa do rapaz, a falta de cultura ajudou. Imagine só ele disse com toda falta de cerimônia que Santiago, a capital do Chile, teria ultrapassado São Paulo como capital de negócios da América do Sul. Falta de informação também é falha graveeee!

Quem se atrasa é um perigo

Outro dia me perguntaram se é cafona chegar atrasado aos compromissos. Fui obrigada a pensar, tanta gente se atrasa, que parece que virou moda. Daí falar se é cafona ou não fica complicado. Mas depois cheguei a conclusão que é cafona sim. É atraso de vida e pouco caso com a pessoa que está esperando. Quem tiver que fazer negócio com quem se atrasa para um compromisso saiba que a pessoa pode atrasar para entregar o projeto, o produto ou o pagamento.

Escrito por Lícia Egger Moellwald

Hamilton X Allonso abraços de Miss

Não deu outra, companheiros de equipe e rivais se deram o maior abraço depois da corrida do último domingo. Dizem as más línguas que Allonso super competitivo fez das tripas o coração para aparecer bem na foto e, outros dizem que o abraço estava mais para o segundo lugar de concurso de Miss, sorriso sem graça e abraço sem entusiasmo.
Tá certo o Allonso, no ambiente de trabalho mesmo perdendo, o certo é fazer cara de está tudo bem, respirar fundo e esperar se sair melhor na próxima vez.

O copo, a Da. Martha e o Presidente

Não dá para passar “batido”, de novo a dupla dinâmica deu a nota. O Presidente Lula derrubou um copo de água ao vivo e a cores na Martha Suplicy que muito elegante, tomou o susto, fez cara de tudo bem e ainda mandou o Presidente ficar sentado como se nada tivesse acontecido. Está certa ela, nada de escândalo.

Relaxa e goza

Dona Martha Suplicy foi Infeliz, imprópria e até abusada ao comentar que a única alternativa para quem tem que “pagar o mico” de ficar horas esperando no aeroporto é “ Relaxa e goza”. Mas, temos que ser honestos, ela pediu desculpas rapidinho o que dá uma aliviada na barra. Está muito certo, “pisou na jaca” não tem o que fazer, pede-se desculpas e segue adiante.

O Papa e o Presidente

Muito amistoso, o Presidente Lula tratou o Papa com a maior falta de cerimônia. Mais ou menos como se fossem dois amigos. Errou o presidente. Como os dois estavam trabalhando e representando seus países e, o Papa além de ser alemão também não é muito expansivo, o abraço e os puxões para lá e para cá na sua Santidade além de muito inadequado não foram nada dignos de um presidente.
Quando nos relacionamos com uma pessoa de cultura diferente da nossa precisamos entender que talvez a pessoa não goste das mesmas coisas que a gente. Esse negócio de beijinhos, abraços e manifestações muito afetuosas, para um europeu é muito estranho.

Etiqueta Corporativa, algumas palavras sobre o livro

O LivroFácil e divertido de ler, este livro consegue sensibilizar o leitor para aqueles detalhes que acabam fazendo a diferença no competitivo mercado corporativo. Quais diferenças são essas?

Muitas vezes as melhores idéias, os conceitos técnicos mais sólidos ou a lógica mais robusta não são suficientes para contar com a colaboração e boa vontade das pessoas. E, para conseguir se impor, executivos despreparados transformam-se em “tratores” destruindo todos os que encontram pela frente, porque acreditam que a força e a violência ajudam a promover a imagem de vencedor e resolver seus problemas.

Apesar do ser humano ser gregário, ele se defende instintivamente daqueles que, aparentemente ou de fato, representam uma ameaça. E aqui está a chave do segredo. As pessoas, na maioria das vezes, não sabem que um gesto, uma roupa, o modo de falar ou de cumprimentar têm o poder de fazer com que o outro se sinta ameaçado.

Sem saber como ou sem conhecer os mecanismos da comunicação e de etiqueta fica muito mais difícil saber agir com desenvoltura para demonstrar que temos “traquejo social”. Isso é exatamente o que os autores se propõem a revelar para ajudar os que buscam este conhecimento, de forma simples, clara, objetiva e de fácil assimilação, dando exemplos e contando casos divertidos de suas próprias experiências.

Descubra como funciona a fórmula para acumular mais pontos no marketing pessoal. O Sucesso do Eu!